Voltar à Coleção Completa | Ir ao Volume Atual

Prelo

Artigos que aguardam fechamento de fascículo

 

Cinética química - um olhar sobre a literatura entre 1983 e 2021

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160356

Lucas F. D. S. Souza
Albino O. Nunes
Anne G. D. Santos
Yair P. Contreras

Cadernos de Pesquisa

A cinética química é considerada por muitos estu­dantes como algo complexo e de difícil compreensão devido a diversos fatores. Assim, neste artigo visamos analisar o atual cenário sobre as pesquisas e propostas didáticas que abordam o ensino de cinética química. Para tanto, foi realizado um es­tado do conhecimento em 19 periódicos da Ibero-América. Os dados encontrados foram analisados por Análise de Conteúdo, segundo Bardin (2011), e análise textual por meio do software IRAMUTEQ. Os trabalhos foram classificados em três catego­rias: investigações em sala de aula, aspectos conceituais e pro­postas de ensino. A maior parte dos trabalhos é de investigações em sala de aula, em sua maioria na educação básica, investigan­do as concepções de alunos, sendo a experimentação a principal proposta de ensino. A análise com o IRAMUTEQ corrobora a análise de conteúdo no que diz respeito às temáticas que são discutidas com maior frequência nos trabalhos, as propostas de ensino e o contexto. A pesquisa aqui discutida consegue nortear os caminhos trilhados pelos trabalhos que envolvem a educa­ção e ensino de química, no que tange ao conteúdo de cinética química, a qual poderá servir de suporte para futuros trabalhos acadêmicos a fim de sanar possíveis lacunas que existam na construção do conhecimento ou ampliar os saberes em relação a esse conteúdo.

cinética química, estado do conhecimento, ensino

 PDF: Cadernos de Pesquisa

 

A nucleossíntese estelar e os elementos químicos essenciais para a vida

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160360

Luana R. da Conceição
Roberto Ortiz

Atualidades em Química

A nucleossíntese estelar é o principal mecanismo formador dos elementos químicos no Universo. Diferen­tes tipos de reações nucleares de fusão ocorrem nas várias fases evolutivas das estrelas de diferentes massas. Neste artigo, descrevemos alguns dos principais mecanismos de síntese nuclear em estrelas e as abundâncias dos elementos formados. Em seguida, fazemos uma breve discussão sobre a formação e evolução terrestre e suas consequências para a abundância de elementos químicos na Terra e nos seres vivos. As moléculas da vida são formadas principalmente por hidrogênio, carbono, oxigênio e nitrogênio que, juntamente com o hélio, constituem-se nos elementos químicos mais abundantes no Sol e no Universo como um todo. Entre os 24 elementos químicos considerados essenciais para os organismos vivos, somente seis deles possuem Z > 28. Além de serem mais abundantes, hidrogênio, carbono, oxigênio e nitrogênio possuem características versáteis que favorecem a formação de diversas moléculas da vida, tais como aminoácidos, açúcares, ácidos graxos, etc. Os demais elementos essenciais para a vida ocorrem em concentrações bem menores, assim como sua disponibilidade no meio ambiente.

astroquímica, abundâncias químicas, astrobiologia

02-EQM-29-12.pdf PDF: Atualidades em Química

 

Motivation to learn through interactive lectures: a chemistry research popularization

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160351

Kenia Naara Parra
Franciani Cássia Sentanin
Ana Cláudia Kasseboehmer  

Cadernos de Pesquisa

Science popularization projects have been studied from different points of view and theories. However, little is known about how they can affect the motivation to learn. In the present study, the contribution of interactive lectures to motivation to learn chemistry in public school students was analyzed. Four interactive lectures were developed from the partnership between the authors of the present study as science communicators and different research groups of a public university in Brazil. The lectures were presented in a science museum and in the university to around 150 students of three public schools during one year and were analyzed through the Self-Determination Theory. The Intrinsic Motivation Inventory revealed that the lectures promoted the interest, value of chemistry, effort and perceived choice to the detriment of the sense of pressure to learning chemistry. The interviews also showed that the students became more interested and dedicated in chemistry. The results foment the potential of the interactive lectures for motivation to learn and the responsibility of public universities with science popularization projects.   

lectures of chemistry, science popularization, self-determination theory

02-EQM-29-12.pdf PDF: Cadernos de Pesquisa

 

Uma proposta de instrumento para avaliação de perfis epistemológicos de densidade com teste em três camadas

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160357

Viviane F. de Melo
Amanda Amantes

Cadernos de Pesquisa

Neste trabalho, descrevemos como aliamos um instrumento de coleta de dados em três camadas à noção do perfil epistemológico. Testes em três camadas são instrumentos compostos por três níveis de aferição do conhecimento, chamados de camadas. A primeira camada apresenta um item por meio do qual o aluno deve explicitar se apresenta o conhecimento em questão. Na segunda, o estudante é indagado acerca da explicação sobre o conhecimento do item anterior; na terceira o respondente é convidado a explicitar o grau de confiança que sente em relação às suas respostas às duas camadas anteriores. O uso de testes em camadas possibilita obter a praticidade de testes de múltipla escolha aliada à possibilidade de realizar inferências sobre o raciocínio do estudante. Para avaliar perfis epistemológicos por meio do teste em três camadas desenvolvemos três tipos de questões: i) questões de iniciação, ii) questões legítimas e iii) questões híbridas. Por meio dessas questões é possível evidenciar como a escolarização atua no processo de construção desses perfis. Essas informações são úteis para planejamentos de currículo, ensino e avaliação. Ademais, itens como os aqui apresentados podem ser utilizados como instrumentos de avaliação diagnóstica para informar ao professor em qual zona o estudante se encontra dentro da teoria. De posse dessas informações, professores podem orientar seus planejamentos de ensino de modo a auxiliar os estudantes na construção de zonas de seus perfis epistemológicos.    

perfil epistemológico, teste em três camadas, instrumento de medida

02-EQM-29-12.pdf PDF: Cadernos de Pesquisa

 

Voltar à Coleção Completa

Sociedade Brasileira de Química © 2020

on-line ISSN 2175-2699
impreso ISSN 0104-8899
Apoio a Projetos
CNPq
Desenvolvido por EKMF.