Voltar Coleo Completa

QNEsc #14

QNEsc #14 - Novembro - 2001

qnesc-14.jpg

Catálise assimétrica e o Prêmio Nobel de Química de 2001. Novos paradigmas e aplicações práticas

Ronaldo Aloise Pilli

Atualidades em Química

catálise assimétrica, Prêmio Nobel, compostos quirais

Este artigo apresenta uma revisão dos trabalhos dos ganhadores do Prêmio Nobel de Química de 2001, Willian S. Knowles, K Barry Sharpless e Ryoji Noyori. Eles lideraram o desenvolvimento de métodos de hidrogenação catalítica assimétrica (Knowles e Noyori) e de epoxidação e di-hidroxilação assimétricas (Sharpless) que possibilitaram a preparação em escala industrial de compostos quirais em forma enantiomericamente pura, algo de enorme impacto nas áreas de fármacos, agroquímicos, fragâncias, saporificantes, etc. Até o bem sucedido coquetel de medicamentos para tratamento de aidéticos beneficiou-se dessa metodologia.

v14a04.pdf v14a04.pdf

Um ambiente multimediatizado para a construção do conhecimento em química

Sérgio Luiz Brito

Educação em Química e Multimídia

ensino de química, mediação pedagógica, ambiente multimediat

Este artigo descreve o ambiente de aprendizagem para a construção do conhecimento sobre cálculos estequiométricos, com base na teoria de aprendizagem significativa. Esse ambiente é formado pela associação de diferentes recursos (materiais, computacionais, humanos) em torno de um processo dinâmicos de ensino e de aprendizagem. Os recursos são estrategicamente associados para potencializar ao máximo o ato de aprender, seja por livre descoberta ou situações de trabalho cooperativo

v14a03.pdf v14a03.pdf

Silício

Eduardo Motta Alves Peixoto

Elemento Químico

v14a12.pdf v14a12.pdf

Sobrevivência humana - um caminho para o desenvolvimento do conteúdo químico no ensino médio

Luiz Roberto de Morais Pitombo e Júlio César Foschini Lisbôa

Espaço aberto

ensino de química, química e sobrevivência humana, recursos

Este artigo procura mostrar, de forma contrextuada e interdisciplinar, o envolvimento do conhecimento químico na vida humana, bem como sugere linhas para a abordagem de conceitos dentro dessa visão.

v14a07.pdf v14a07.pdf

Decomposição térmica do PVC e detecção do HCl utilizando um indicador ácido-base natural: uma proposta de ensino multidisciplinar

José Carlos Marconato e Sandra Mara M. Franchetti

Experimentação no Ensino de Química

experimentação, ensino de química, polímeros, pvc

Este artigo procura destacar aspectos conceituais sobre o PVC, seu uso e seus destinos, abordando as vantagens da reciclagem e as inconveniências da incineração. Aborda-se também conceitos relacionados à ácidos e bases e à propriedades de polímeros.

v14a09.pdf v14a09.pdf

Determinação qualitativa dos íons cálcio e ferro em leite enriquecido

Jaylei Monteiro Gonçalves, Kátia Christina Leandro Antunes e Alexandre Antunes

Experimentação no Ensino de Química

leite enriquecido, análise qualitativa, ferro, cálcio, cidad

A idéia central deste artigo é propor uma aula experimental baseada em leite enriquecido que permita ao professor abordar, em um primeiro momento, a relação deste alimento, presente no cotidiano dos alunos, com o combate à desnutrição e à deficiência do íon ferro. Em seguida, utilizar as reações derivadas da verificação qualitativa da presença de íons ferro e cálcio no leite como um meio para introduzir conceitos químicos como, por exemplo, reação química, solubilidade, acidez, basicidade e equilíbrio químico. A escolha dos dois íons se deve à facilidade na detecção qualitativa e ao efeito visual obtido nas práticas.

v14a10.pdf v14a10.pdf

100 anos de Nobel - Jacobus Henricus van't Hoff

Aécio Pereira Chagas

História da Química

Prêmio Nobel, Van't Hoff

Este ano comemoram-se 100 anos dos primeiros prêmios Nobel, nas áreas de física, fisiologia ou medicina, literatura, paz e química (em 1969 foi introduzido o de economia). Esses prêmios foram instituídos em testamento por Alfred Nobel (1833-1896), rico industrial, inventor da dinamite. O primeiro a receber a láurea em química foi Jacobus Henricus van't Hoff, cientista holandês nascido em 1852 que, entre outras coisas, desenvolveu a idéia do átomo de carbono tetraédrico, a termodinâmica química, a teoria das soluções, a cinética química e os fundamentos da petrologia. Van't Hoff foi um dos mais importantes cientistas de seu tempo, falecido em 1911.

v14a05.pdf v14a05.pdf

As mulheres e o Prêmio Nobel de Química

Robson Fernandes de Farias

História da Química

mulheres, Prêmio Nobel, conhecimento químico, ambiente intel

Neste artigo são apresentados os resumos biográficos de Marie Curie, Irène Joliot-Curie e Dorothy Mary Crowfoot Hodgkin, até hoje as únicas mulheres ganhadoras do Prêmio Nobel de Química. Procura-se estabelecer possíveis paralelos entre as vidas dessas três mulheres, destacando sobretudo o seu envolvimento social e político, bem como os ambientes intelectuais estimulantes nos quais cresceram e que terminaram por influenciar de forma decisiva a escolha de suas carreiras, vocacionadas que eram para a ciência.

v14a06.pdf v14a06.pdf

Possibilidades de investigação-ação em um programa de formação continuada de professores de química

Maria Inês de Freitas Petrucci Santos Rosa, Tânia Cristina de Assis Quintino e Derval dos Santos Rosa

Pesquisa no Ensino de Química

formação continuada, investigação-ação, ensino de metais

Neste artigo, relatamos a pesquisa realizada por uma professora de química, que buscou investigar aspectos relacionados ao planejamento de ensino concebido de acordo com orientações explícitas nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Tal processo deflagrou-se a partir de uma parceria estabelecida em um programa de formação continuada e foi analisado segundo pressupostos de investigação-ação.

v14a08.pdf v14a08.pdf

Papel: como se fabrica?

Celênia Pereira Santos, Ieda Nunes dos Reis, José Eduardo Borges Moreira e Lílian Borges Brasileiro

Química e Sociedade

papel, celulose, fabricação industrial

Diferentes propriedades químicas e físico-mecânicas do papel permitem suas inúmeras aplicações e o tornam um dos materiais mais importantes e versáteis em nosso dia-a-dia. Os fatores que determinam essas propriedades estão relacionados, principalmente, à matéria-prima, aos reagentes químicos e aos processos mecânicos empregados em sua produção. Neste artigo são discutidos muitos desses aspectos, bem como um pouco da história da fabricação do papel e os aspectos ambientais relacionados com a sua produção industrial.

v14a01.pdf v14a01.pdf

Como a química funciona?

Murilo Cruz Leal

Relatos de sala de aula

epistemologia e história da química, leis e relações pondera

O presente artigo tem sua origem no contexto de aulas de química geral desenvolvidas no ensino superior sobre a estrutura atômica da matéria. Alerta para a necessidade de reflexões e abordagens de cunho epistemológico, nos diversos níveis do ensino, que considerem aspectos históricos do desenvolvimento da química como uma forma organizada de saber, como um sistema teórico-conceitual, que permite representar e explicar o comportamento do mundo material. Suscita reflexões sobre as formas como se trabalha com teorias, princípios, hipóteses, modelos, leis, regras, conceitos, resultados experimentais ou unidades arbitrárias em aula de química.

v14a02.pdf v14a02.pdf

Editorial QNEsc #14

Corpo Editorial

Editorial

14-editorial.pdf 14-editorial.pdf

21 EDEQ - Educando em química com novas tecnologias

Ayrton Martins - UFSM

Evento

v14a09.pdf v14a09.pdf

Novos pesos atômicos para Zn, Kr, Mo e Dy

Romeu C. Rocha-Filho

Nota

v14a11.pdf v14a11.pdf

Retratada a descoberta dos elementos 118 e 116

Romeu C. Rocha-Filho

Nota

v14a10.pdf v14a10.pdf

Elemento 110 terá nome oficial em breve

Romeu C. Rocha-Filho

Nota

v14a10.pdf v14a10.pdf

Química na sociedade: projeto de ensino de química em um contexto social

Resenha

"Química na sociedade: projeto de ensino de química em um contexto social", de Gerson de S. Mól e Wildson L. P. dos Santos (Coords). Eliane N. F. de Castro, Gentil de S. Silva, Roberto R. da Silva, Salvia B. Farias, Sandra M. de O. Santos e Siland M. F. Dib. 2ª ed. Brasília : Editora Universidade de Brasília, 2000. 328 p. ISBN 8523005714

v14a03.pdf v14a03.pdf


Voltar Coleo Completa
 
on-line ISSN 2175-2699
impreso ISSN 0104-8899
Apoio a Projetos
CNPq
Desenvolvido por EKMF.