Voltar Coleo Completa | Ir ao Volume Anterior

QNEsc Vol. 35 No1

QNEsc - Vol. 35 No 1 - Fevereiro - 2013

QNEsc_35-1_capa.jpg

Editorial

01_editorial.pdf Editorial PDF  HTML

Os Editores


A Cana-de-Açúcar no Brasil sob um Olhar Químico e Histórico: Uma Abordagem Interdisciplinar

Mara Elisa Fortes Braibante
Maurícius Selvero Pazinato
Thaís Rios da Rocha
Leandro da Silva Friedrich
Flávio Correia Nardy

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID

Este artigo apresenta uma abordagem interdisciplinar desenvolvida pelos subprojetos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) das áreas de Química e História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Essa atividade foi desenvolvida em uma escola da rede pública da cidade de Santa Maria (RS), na forma de uma oficina, em que foi abordado o tema a cana-de-açúcar no Brasil. A oficina foi estruturada em três momentos pedagógicos e as atividades propostas possibilitaram a participação ativa dos estudantes na construção do seu conhecimento e a integração entre os conteúdos de química e história. Os dados dessa pesquisa foram obtidos por meio da aplicação de questionários e produção de fanzines e foram analisados por meio de categorias. Os resultados indicaram que essa abordagem interdisciplinar contribuiu para a compreensão do tema de forma integrada e favoreceu a participação dos estudantes nas atividades propostas.

interdisciplinaridade, cana-de-açúcar, PIBID

02-PIBID-38-12.pdf PDF: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID


Lavagem a Seco

Luciana Diniz Borges
Patrícia Fernandes Lootens Machado

Química e Sociedade

A limpeza de roupas é uma atividade doméstica muito antiga e, ao longo dos anos, essa prática vem sendo facilitada e aperfeiçoada com o uso de máquinas de lavar, branqueadores, tira-manchas, detergentes cada vez mais eficientes etc. Entretanto, a forma tradicional de se lavar os tecidos com água e sabão nem sempre consegue atingir um alto grau de limpeza, dada a natureza das sujidades. Esse fato, somado a outros fatores como a deformação e o desbotamento dos tecidos, gerou a necessidade de se desenvolver novos métodos de limpeza como a lavagem a seco. Esse artigo apresenta uma temática contemporânea, articulada a questões sociais, ambientais, econômicas e políticas, que possibilita a significação do ensino de química na perspectiva de mudanças nas formas de pensar e agir e se coaduna com uma abordagem de educação ambiental.

lavagem a seco, percloroetileno, educação ambiental

03-QS-64-11.pdf PDF: Química e Sociedade


Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar no Ensino de Conceitos Químicos

Gustavo Bizarria Gibin
Luiz Henrique Ferreira

Relatos de Sala de Aula

Johnstone (1993; 2000) propõe a existência de três níveis diferentes de representações do conhecimento químico: macroscópico, submicroscópico e simbólico. Basicamente, no ensino formal de química, o nível mais utilizado é o simbólico. Assim, é importante o uso de imagens que privilegiem os níveis macroscópico e principalmente o submicroscópico, sobre o qual geralmente os estudantes possuem dificuldades de compreensão. Neste trabalho, são discutidos possíveis usos de imagens no ensino e na disciplina de Química. Os estudantes avaliaram o uso de imagens em sala de aula e apontaram que estas auxiliam na aprendizagem, desde que se tenha um bom professor para empregá-las. Os resultados dessa avaliação confirmam a necessidade de se investir na formação inicial dos professores para que utilizem adequadamente imagens como recurso auxiliar no ensino de conceitos químicos.

imagens, níveis de representação, conceitos químicos

04-RSA-87-10.pdf PDF: Relatos de Sala de Aula


Atividades Experimentais Simples para o Entendimento de Conceitos de Cinética Enzimática: Solanum tuberosum – Uma Alternativa Versátil

Fábio Junior M. Novaes
Daniel L. M. de Aguiar
Milena B. Barreto
Júlio C. Afonso

Relatos de Sala de Aula

Alterações em fatores como a concentração de reagentes, temperatura, ativação e inibição catalítica são observadas cotidianamente no escurecimento de legumes, frutas e tubérculos. Todos eles estão relacionados à ação cinética (químico-enzimática) da enzima polifenoloxidase (PFO). O simples armazenamento sob refrigeração é capaz de retardar o fenômeno, assim como outros fatores podem acelerá-lo. Desse modo, a proposta central deste trabalho é fornecer uma aula experimental econômica e operacionalmente viável, em que sejam observadas essas alterações em uma batata (Solanum tuberosum L), permitindo um estudo agradável e instigante da cinética enzimática química.

batata, cinética químico-enzimática, práticas de química

05-RSA-104-11.pdf PDF: Relatos de Sala de Aula


Análise Qualitativa de Proteínas em Alimentos Por Meio de Reação de Complexação do Íon Cúprico

Vanessa Vivian de Almeida
Edmilson Antônio Canesin
Rúbia Michele Suzuki
Graciana Freitas Palioto

Experimento no Ensino de Química

O estudo das biomoléculas é comum às disciplinas de Química e de Biologia no ensino médio. Essas ciências, por sua vez, têm a experimentação como ferramenta importante do ensino-aprendizagem e da formação de conceitos. Nesse contexto, os alimentos tornam-se instrumentos contextualizadores do conhecimento químico que podem ser utilizados pelos professores em aulas práticas, possibilitando trabalhar conteúdos relacionados às biomoléculas. Este trabalho propõe um experimento simples, baseado na reação clássica de complexação entre cobre(II) e biureto, adaptada para detecção de proteínas em alimentos, pois utiliza materiais de fácil obtenção.

compostos de coordenação, proteínas, biureto

06-EEQ-79-11.pdf PDF: Experimento no Ensino de Química


Efeito Crioscópico: Experimentos Simples e Aspectos Atômico-Moleculares

Haroldo L. C. Barros
Welington F. Magalhães

Conceitos Científicos em Destaque

Experimentos e discussões sobre aspectos atômico-moleculares envolvendo propriedades coligativas, voltados para o ensino médio, são pouco comuns. Este artigo descreve experimentos simples envolvendo o preparo de uma mistura refrigerante de gelo/NaCl e a construção de curvas de resfriamento para soluções de água/NaCl. Alguns dos objetivos foram evidenciar o efeito da relação entre as massas de NaCl e de gelo na diminuição da temperatura da mistura e verificar se há um valor limite para essa relação. Com relação às curvas de resfriamento, o objetivo foi investigar a correlação entre concentração e temperatura de congelação. Foram feitas discussões sobre a natureza entrópica das propriedades coligativas e a interpretação atômico-molecular da diminuição da temperatura na mistura gelo/NaCl. Cálculos termodinâmicos, baseados nas etapas em que a formação da mistura refrigerante pode ser desdobrada, mostraram-se valiosos para a discussão, com os estudantes, das trocas de energia que ocorrem.

mistura refrigerante gelo/NaCl, termodinâmica do efeito crioscópico, propriedades coligativas

07-CCD-48-11.pdf PDF: Conceitos Científicos em Destaque


A Inovação na Área de Educação Química

Nicole Glock Maceno
Orliney Maciel Guimarães

Pesquisa no Ensino de Química

Este trabalho discute o que é inovação na área de Educação Química a partir da análise de materiais textuais de três grupos: os interlocutores da Revista Química Nova na Escola, os de escolas e os de livros. A partir das contribuições de Moraes e Galiazzi (2007) sobre a Análise Textual Discursiva, foram construídos três metatextos para cada uma das categorias consideradas: Objetivos da Educação Química, Importância da Educação Química e Abordagens potencialmente inovadoras. Dentre as principais evidências, foi possível compreender que, para esses interlocutores, é inovação para a área de Educação Química ter como escopo a formação voltada para a cidadania, que os estudantes possam reconhecer a importância social dessa área e que os professores considerem os princípios da interdisciplinaridade e da contextualização - além dos temas que emergem do contexto em que estão inseridos - para a organização curricular e a proposição de situações de aprendizagem que sejam significativas e integradas às vivências desses sujeitos.

Educação Química, Inovação, Abordagens de ensino

08-PE-91-11.pdf PDF: Pesquisa no Ensino de Química


A Explicitação do Conhecimento Discente Acerca de Temas Ambientais: Reflexões para o Ensino de Ciências da Natureza

Carolina dos Santos Fernandes
Eduardo Antônio Zampiron
Fábio Peres Gonçalves
Carlos Alberto Marques
Welton Yudi Oda
Demétrio Delizoicov

Aluno em Foco

O trabalho constitui uma análise de compreensões de estudantes de ensino médio acerca de temas ambientais. Utilizou-se uma proposta de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como instrumento de apreensão das ideias discentes. Os resultados da análise das redações apontaram a necessidade de problematizar compreensões vinculadas às temáticas ambientais explicitadas pelos estudantes a fim de favorecer sua aprendizagem. Ao mesmo tempo, ressalta-se a exploração da proposta de redação do Enem como um instrumento profícuo para promover a explicitação do conhecimento discente em torno do assunto em questão.

temas ambientais, ensino de ciências da natureza, Enem

09-AF-85-11.pdf PDF: Aluno em Foco


BROMO

Rafael da Silva Oliveira
Júlio Carlos Afonso

Elemento Químico

10-EQ-21-11.pdf PDF: Elemento Químico


NIÓBIO

Raquel Maria Ferreira de Sousa
Lucianno Eduardo Fernandes
Wendell Guerra

Elemento Químico

11-EQ-13-11.pdf PDF: Elemento Químico


Sociedade Brasileira de Qumica © 2012

on-line ISSN 2175-2699
impreso ISSN 0104-8899
Apoio a Projetos
CNPq
Desenvolvido por EKMF.