Voltar Coleo Completa | Ir ao Volume Anterior | Ir ao Prximo Volume

QNEsc Vol. 45 No2

Qumica Nova na Escola
Vol. 45 No2
Maio de 2023

Editorial

editorial.pdf Editorial PDF   HTML

Os Editores

 

Expediente/Sumário

20-Normas.pdf PDF: Expediente/Sumário

 

Relato de uma experiência pedagógica no ensino de Química: estudo das propriedades dos agrotóxicos utilizados em uma comunidade rural

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160321

Claudemir L. da Silva
José A. O. Chagas
Alex L. G. Loiola
Francisco R. L. Caldas

Química e Sociedade

O presente trabalho discute a importância do ensino de química como ferramenta de compreensão da realidade em que estamos inseridos. Essa experiência foi vivenciada por um aluno do ensino médio de uma escola pública, morador de uma comunidade rural do Nordeste brasileiro. O objetivo foi contribuir para o ensino da temática agrotóxicos no ensino de química de uma forma contextualizada, promovendo a apropriação crítica dos conteúdos curriculares de forma conjunta com a compreensão de problemas da realidade, possibilitado a formação de um sujeito mais crítico, capaz de atuar como cidadão na sociedade de forma reflexiva e autônoma, e contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável.   

ensino de química, agrotóxicos, meio ambiente

02-EQM-29-12.pdf PDF: Química e Sociedade

 

Podcasts para o ensino de Química

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160325

Bruno S. Leite

Educação em Química e Multimídia

A utilização das Tecnologias Digitais na educação tem contribuído para o processo de ensino e aprendizagem. Dentre as diversas tecnologias, o podcasting é um recurso importante que pode ser utilizado em sala de aula. Nesse sentido, esta pesquisa apresenta a apropriação do podcasting por 49 estudantes de um curso de licenciatura em Química de uma universidade pública. A atividade foi dividida em quatro etapas: (i) discussões teóricas sobre podcasting com os estudantes; (ii) elaboração dos podcasts para o ensino de Química; (iii) proposição de estratégias/atividades para utilização do podcasting no ensino de Química; (iv) apresentação de um seminário explicitando os objetivos do podcasting elaborado. Ao todo foram elaborados 16 podcasts pelos estudantes abordando diferentes conteúdos da Química. Os resultados mostram, além dos aspectos técnicos e demais propriedades do podcasting, que sua elaboração pode contribuir para o processo de construção do conhecimento dos estudantes.   

tecnologias digitais, podcasting, ensino de química

02-EQM-29-12.pdf PDF: Educação em Química e Multimídia

 

Redução Eletroquímica de CO2: Refazendo Nossas Pegadas de Carbono

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160323

Nicolas A. Ishiki
Fabio H. B. Lima
Edson A. Ticianelli

Conceitos Científicos em Destaque

O assunto mudanças climáticas é, atualmente, um dos mais discutidos no mundo inteiro. As emissões de dióxido de carbono (CO2), originado principalmente por atividades antropogênicas, têm sido vinculadas ao aumento da temperatura média do planeta, em função do efeito estufa. Entre algumas alternativas para a mitigação dessa problemática global, como a utilização de energias renováveis, a redução eletroquímica de CO2 (RECO2) tem demonstrado grande potencial para a atenuação desses efeitos, como uma segunda chance para refazermos nossas pegadas de carbono. Este artigo define o que é a RECO2, cuja principal característica é gerar moléculas com valor agregado para a indústria química e de combustíveis, enquanto atua no controle das alterações do clima. De forma resumida, serão introduzidos conceitos importantes da técnica, alguns resultados recentes e aplicações promissoras.   

redução eletroquímica de CO2, mudanças climáticas, conversão de energia

02-EQM-29-12.pdf PDF: Conceitos Científicos em Destaque

 

Julia Hall e o Desenvolvimento do Processo Hall-Héroult: o Efeito Matilda na História da Indústria Química

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160295

Lucas dos S. Fernandes

História da Química

Julia Hall foi uma cientista que contribuiu para o desenvolvimento do processo de produção de alumínio denominado Hall-Héroult. No entanto, a criação do processo é atribuída apenas a Charles Hall (irmão de Julia Hall) e a Paul Héroult. A atribuição de contribuições científicas produzidas por mulheres a cientistas homens é chamada de efeito Matilda. O objetivo deste estudo é resgatar as contribuições de Julia Hall para o desenvolvimento do processo Hall-Héroult. Julia Hall auxiliou seu irmão, atuando em diversas frentes: executando, registrando, documentando e discutindo os experimentos realizados. Debates sobre episódios históricos, como o apresentado nesta pesquisa, podem contribuir para a superação de concepções sexistas que consideram a Ciência e a Tecnologia empreendimentos exclusivamente masculinos.   

Julia Hall, processo Hall-Héroult, alumínio

02-EQM-29-12.pdf PDF: História da Química

 

Interações discursivas em situações de ensino de Química: em busca de oportunizar novos significados a quem apreende conceitos científicos

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160331

Nicéa Q. Amauro
Paulo Vitor Teodoro
Ernanda A. de Gouveia
Marcos Fernandes‑Sobrinho

Relatos de Sala de Aula

O presente artigo aponta reflexões de uma pesquisa que investigou como as ações do professor podem, potencialmente, contribuir com a construção de significados a partir de interações discursivas em aulas de Ciências/Química. A pesquisa foi realizada em um curso de formação de professores de Química, em uma Universidade Pública Federal localizada no Estado de Minas Gerais, Brasil. Apoiados no instrumento de Mortimer e Scott (2002), analisamos episódios ministrados em aulas simuladas pelos futuros professores. A análise dos dados nos permitiu considerar que as ações docentes em formação no contexto da sala de aula possuem características que se aproximam da intenção do professor em propor diferentes situações-problemas, em que os estudantes são levados à constante reflexão. Entretanto, os episódios se diferem no tipo da abordagem e nas ações efetivadas pelo professor em sala de aula.   

ensino de química, interações discursivas, formação de professores

02-EQM-29-12.pdf PDF: Relatos de Sala de Aula

 

Produção de Indicadores Ácido-Base Naturais em Solução e em Papel a Partir de Extratos de Plantas com Potencial Aplicação no Ensino de Química

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160319

Williana S. Oliveira
Paulo S. A. Sousa
Thiciana S. S. Cole

Ensino de Química em Foco

Este trabalho discute a possibilidade de utilização da metodologia problematizadora com o Arco de Maguerez (AM) para o ensino e a aprendizagem contextualizada e ativa de química dos solos em um curso técnico em química integrado ao Ensino Médio. A proposta foi desenvolvida com a participação de 29 estudantes na disciplina de Química Ambiental e Gestão Ambiental, utilizando como recursos didáticos a pesquisa ativa na Internet e a construção de portfólio formativo/avaliativo. Os resultados indicam que a atividade de pesquisa incentivou a proatividade dos estudantes para a compreensão dos fenômenos químicos e para o desenvolvimento do trabalho colaborativo que exigiu dialogicidade e postura reflexiva na reconstrução dos próprios saberes.A proposta mostrou-se como opção viável para criação de momentos de aprendizagem ativa no ensino de química, estimulando a autonomia para o reconhecimento crítico das questões relativas à própria realidade no processo de construção do conhecimento.   

aprendizagem ativa, Arco de Maguerez, abordagem problematizadora

02-EQM-29-12.pdf PDF: Ensino de Química em Foco

 

O Arco de Maguerez como Oportunidade para a Aprendizagem Problematizadora e Ativa no Ensino de Química

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160299

Thiago B. Cavassani
Joana J. Andrade
Rosebelly N. Marques

O Aluno em Foco

Este trabalho discute a possibilidade de utilização da metodologia problematizadora com o Arco de Maguerez (AM) para o ensino e a aprendizagem contextualizada e ativa de química dos solos em um curso técnico em química integrado ao Ensino Médio. A proposta foi desenvolvida com a participação de 29 estudantes na disciplina de Química Ambiental e Gestão Ambiental, utilizando como recursos didáticos a pesquisa ativa na Internet e a construção de portfólio formativo/avaliativo. Os resultados indicam que a atividade de pesquisa incentivou a proatividade dos estudantes para a compreensão dos fenômenos químicos e para o desenvolvimento do trabalho colaborativo que exigiu dialogicidade e postura reflexiva na reconstrução dos próprios saberes.A proposta mostrou-se como opção viável para criação de momentos de aprendizagem ativa no ensino de química, estimulando a autonomia para o reconhecimento crítico das questões relativas à própria realidade no processo de construção do conhecimento.   

aprendizagem ativa, Arco de Maguerez, abordagem problematizadora

02-EQM-29-12.pdf PDF: O Aluno em Foco

 

Teorias de aprendizagem no ensino de Química: uma revisão de literatura a partir de artigos da revista Química Nova na Escola (QNEsc)

DOI: http://dx.doi.org/10.21577/0104-8899.20160300

Jéssica S. Gaudêncio
Rosemari M. F. Silveira
Nilcéia A. M. Pinheiro
Awdry F. Miquelin

Cadernos de Pesquisa

A QNEsc tem grande impacto no sistema educacional de Química, subsidiando o trabalho, a formação e a informação em relação ao que está sendo investigado no ensino de Química. Assim, este artigo tem como objetivo apresentar uma investigação sobre a presença de referenciais teóricos relacionados com teorias de aprendizagem nas edições da QNEsc, buscando traçar uma linha do tempo em relação ao uso e sustentação das práticas em ensino de Química apoiadas nas abordagens behaviorista, cognitivista e humanista. Os resultados revelam maiores ocorrências de trabalhos que englobam a ênfase cognitivista e humanista, com embasamento teórico e citações de autores como Vygotsky, Piaget, Ausubel, Bruner e Freire. Com o passar dos anos as tendências cognitivistas tiveram um aumento significativo, indicando certa preocupação no ensino de Química com a forma com que o estudante processa a informação que lhe é dada e como é obtida essa compreensão, buscando uma aprendizagem mais significativa do conhecimento.   

teorias de aprendizagem, QNEsc, ensino de Química

02-EQM-29-12.pdf PDF: Cadernos de Pesquisa

 

Revista Completa 45-2

20-Normas.pdf PDF: Revista Completa

 

Normas

20-Normas.pdf PDF: Normas para Submissão

Sociedade Brasileira de Qumica 2023

Voltar Coleo Completa | Ir ao Volume Anterior | Ir ao Prximo Volume

on-line ISSN 2175-2699
impreso ISSN 0104-8899
Apoio a Projetos
CNPq
Desenvolvido por EKMF.